Scroll Top

Concurso

PROUNI 2016

PROUNI 2016

PROUNI 2016
Você só poderá concorrer a uma bolsa se participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na edição imediatamente anterior ao processo seletivo do ProUni, e terá que obter a nota mínimo (450 pontos) estabelecida pelo MEC. Deve, também, ter renda familiar de até três salários mínimos cada pessoa de sua casa, e ter uma das condições abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou ter cursado em escola privada com bolsa integral
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola pública e parcialmente em escola privada com bolsa integral
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Ser professor da rede pública de ensino básico, e estar exercendo, integrando o quadro permanente da instituição, e estar concorrendo a vaga em curso de licenciatura. Nesse requisito a renda familiar por pessoa não é considerada.

Seleção PROUNI 2016

Você deve escolher a modalidade da bolsa e até cinco opções de instituições de ensino superior, cursos, habilitações ou turnos dentre aqueles que estarão disponíveis. Em seguida, o Sistema do ProUni classificará os estudantes, de acordo com as suas opções e as notas obtidas no Enem. Lembrando que a nota considerada pelo ProUni é a média aritmética das notas das provas de redação e de conhecimentos gerais do Enem, o que quer dizer que é a soma das duas notas dividida por dois. São geradas depois a listagens dos estudantes pré-selecionados em cada curso de cada instituição.

Deverá comparecer às instituições de ensino, de posse dos documentos que comprovem as informações prestadas em sua ficha de inscrição.

Você poderá ser encaminhado para eventuais processos seletivos próprios, feitos pelas respectivas instituições. Se aprovado serão inseridos no programa mediante a emissão do correspondente Termo de Concessão de Bolsa.

Caso não seja aprovado em qualquer das etapas descritas implicará a pré-seleção em segunda chamada, na qual segue rigorosamente a ordem das notas obtidas no Enem.

Durante o curso, você deverá apresentar aproveitamento acadêmico de no mínimo, 75% nas disciplinas em cada período letivo, se não correra o risco de encerramento da bolsa. Em caso de aproveitamento acadêmico insuficiente, o coordenador do ProUni poderá ouvir o responsável pela disciplina na qual houve reprovação e autorizar que a bolsa continue.

Preenchimento das Bolsas PROUNI

Pré-seleção para aqueles que passar na primeira chamada, conforme suas opções de curso e suas notas no Enem.

Segunda chamada, para os estudantes pré-selecionados para as bolsas não pegas em função da reprovação dos candidatos pré-selecionados em primeira chamada.

Bolsas remanescentes (não preenchidas durante o processo seletivo regular), serão preenchidas pelas próprias instituições, com o mesmos critérios das demais bolsas do ProUni. A ordem é a seguinte, os alunos das turmas iniciais, conforme a classificação no vestibular da instituição, e alunos dos outros períodos letivos, conforme seu desempenho no curso.

Bolsa Permanente PROUNI

Em 2006 a Bolsa-Permanência iniciou, ela é destinada a ajudar no custeio das despesas educacionais do estudante. É um benefício de até R$ 300,00 mensais, pago ao estudantes com bolsa integral em utilização, mas tem que estar matriculado em cursos presenciais com no mínimo seis semestres de duração e cuja carga horária média seja maior ou igual a seis horas diárias de aula.

O processo de seleção dos bolsistas para a Bolsa-Permanência é feito automaticamente pelo sistema informatizado do ProUni, no início de cada semestre.
Site PROUNI: http://siteprouni.mec.gov.br/

Quer saber tudo sobre o Enem? Siga-nos no facebook

PROUNI 2016
5 (100%) 3 votos

Sobre o autor | Website

Blog voluntário informativo sem vínculo com os órgãos responsáveis pelo Exame Nacional do Ensino Médio.

1 Comentário

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.