Scroll Top

Concurso

Resultado do Sisu




A convocação para matrícula dos candidatos que declararam interesse na lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2016/2 começa a partir desta quinta-feira (23). Os estudantes devem ficar atentos às listas de chamada que serão liberadas pelas próprias instituições.

O prazo para confirmar interesse em participar das próximas chamadas foi encerrado no dia 17 de junho. Puderam participar os candidatos que não foram selecionados em nenhuma das opções de curso, ou os que foram selecionados somente na segunda opção, independente de terem feito matrícula.

A chamada regular foi divulgada no dia 6 de junho, com matrículas recebidas no período de 10 a 14 do mesmo mês. Esta edição recebeu 871.358 inscrições. Ao todo, são 56.422 vagas em 65 universidades e institutos públicos.

O maior número de inscritos foi registrado em Minas Gerais, com 110.565 candidatos. Os estados do Rio de Janeiro e São Paulo vêm em seguida, com 106.516 e 91.575 inscritos, respectivamente. As mulheres são maioria entre os candidatos, 56,8%, contra 43,2% de homens. Medicina, Direito e Administração são os cursos mais procurados.

A Universidade Federal do Maranhão recebeu o maior número de inscrições (104.746) nesta etapa do Sisu, seguida das federais do Rio de Janeiro (99.681) e Fluminense (92.590). A Universidade Federal da Bahia registrou 50,6 candidatos por vaga, maior média de concorrência. Site do SiSU: http://sisu.mec.gov.br/

Resultado do Sisu

O Sisu é o Sistema de Seleção Unificada que é gerenciado pelo MEC (Ministério da Educação) e tem beneficiado muitos alunos que desejam cursar uma instituição pública de ensino superior. Com este sistema de seleção, os candidatos que prestarem o ENEM do ano vigente, poderão escolher até dois cursos para competir pelas vagas com os demais candidatos interessados. Se o aluno for aprovado, ele poderá se matricular na instituição correspondente.

O método é bastante simples e todas as etapas são feitas apenas pela internet. Somente quando o candidato fizer a sua matrícula na instituição de ensino, ele deverá fazer isso presencialmente. Tudo bem que o sistema é gerenciado pelo MEC e tudo o mais, mas como ele realmente funciona?

As instituições de ensino superior públicas e que desejam participar deste sistema de seleção, poderão fazer isso e utilizar a nota do ENEM para “escolher” seus alunos. Isso significa que alunos do Brasil todo poderão usar suas notas como método de aprovação, onde aqueles que obtêm as maiores notas dentre todos os concorrentes às vagas, são selecionados. Também vale lembrar que a seleção das notas pelo Sisu, é feita automaticamente pelo próprio sistema, ou seja, ele seleciona as maiores notas daqueles alunos que preencherão o número de vagas de cada curso.

O processo de inscrição para o Sisu, bem como o acompanhamento do candidato a todas as etapas que este processo envolve, são feitos pela internet através do site (Link final do artigo). Através deste site, o candidato também pode consultar quais são as instituições de ensino participantes e quais cursos elas oferecem.

Depois que o candidato se inscreve preenchendo todos os dados corretamente, ele também deve escolher até dois cursos para competir pelas vagas, porém, ele deve saber que durante os dias em que esta opção de seleção de cursos desejados estiver em aberto, ele poderá mudar suas opções quantas vezes quiser. Com isso, se ele não conseguir atingir as notas necessárias para competir pelas vagas ou se outros candidatos obtiverem notas maiores que a dele e passarem na sua frente, ele poderá escolher outro curso sem problemas.

Quando este processo de inscrições aos cursos chegar ao final, o resultado final estará disponível e poderá ser consultado através do boletim do candidato, na página do Sisu, também nas instituições participantes, além de poder ser consultado pelo telefone 0800-616161. Mas como o sistema chega a este resultado final?
Bom, o sistema é interligado com as instituições de ensino superior participantes, e algumas instituições adotam pesos diferentes para cada nota do ENEM, dependendo do curso escolhido pelo candidato. Com isso, o próprio sistema faz os cálculos automaticamente e posiciona os candidatos em uma lista por ordem de notas, da maior para a menor. O candidato é sempre informado qual é a sua “nova nota”, de acordo com os pesos diferenciados exigidos pela instituição.

Algumas instituições de ensino superior também podem optar por adotar notas mínimas. Se assim for, o candidato só poderá se inscrever para aquele curso de determinada instituição se ele obtiver nota igual ou superior à nota mínima exigida. Se sua nota estiver abaixo da nota mínima, uma mensagem será exibida na página do candidato e ele será impedido de prosseguir com a inscrição para aquele curso.

O que o candidato precisa saber também é que existe uma nota de corte diária, ou seja, uma vez por dia o sistema de seleção faz os cálculos das médias das notas dos candidatos potencialmente selecionados para cada curso de cada instituição e, com isso, obtêm-se as notas de corte de cada curso. Leva-se em consideração o número total de vagas e o número de candidatos àquelas vagas. Com estas notas, os candidatos podem ter uma noção se eles têm ou não chances de conseguir a vaga desejada. Caso vejam que não será possível se candidatar em alguma vaga específica, ele poderá fazer as modificações de opções de vagas desejadas dentro do prazo limite.

Quando os resultados finais são liberados aos candidatos, aqueles que forem selecionados em primeira opção, só terão esta única chance de fazer a sua matrícula. Se perder esta chance, eles não serão chamados novamente na segunda chamada. E se o candidato for selecionado em segunda opção, independente se ele efetuar a sua matrícula ou não, ele poderá participar da lista de espera para o curso que escolheu como primeira opção. Se ele já tiver feito a sua matrícula na sua segunda opção de curso, e for selecionado para a sua primeira opção de curso por desistência de candidatos, quando ele fizer sua matrícula na vaga de sua primeira opção de curso, a outra matrícula será cancelada automaticamente.

Quando o candidato é selecionado pelo Sisu, ele deve ficar atento ao local, horário e procedimentos para matrícula, junto à instituição de ensino na qual ele foi aprovado. As matrículas sempre têm prazo para serem realizadas e se o candidato perder estes prazos, ele perde sua vaga no curso.

Esperamos que nossas dicas e alertas tenham tirado suas dúvidas e lhe ajudado a ficar bem ligado em todas as etapas do Sisu. Desejamos que os resultados do sistema de seleção sejam excelentes para você! Boa sorte!

Site do SiSU: http://sisu.mec.gov.br/

Resultado do Sisu
5 (100%) 1 voto
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.